segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

CORAÇÃO DO (MEU) PAU

(para ISABEL MAR e FRANCIS)

Nascer da minha própria barriga:
Jogar sapato em cachorro que rasga jornais

REVERSE:
Beijar a fuça, a boca do cachorro que rasga meus jornais
Será que vejo o rosto de meu irmão
no rosto desse cão?

Quero sair da minha sublime barriga
dançando um reggae
na barriga do mundo

Bate um bumbo do Senegal (na minha barriga)
Bate um bilhão de vidas
no coração do (meu) pau

(edu planchêz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário